O território de intervenção do GAL, abrangendo os concelhos de Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa, Freixo de Espada à Cinta e Mogadouro – inserido numa das zonas mais secas e quentes de Trás-os-Montes e Alto Douro, tem no rio Douro o principal fator de identidade.

Predominantemente rural, o território tem na agricultura a principal atividade económica, com as populações locais a manterem-se como veículos do saber fazer tradicionais, numa estreita ligação com a atividade agrícola e pecuária.

A vinha – grande parte integrada na Região Demarcada do Douro –, o olival e o amendoal são as principais culturas em todos os concelhos. No sector secundário predominam as pequenas indústrias, sobretudo na área da transformação agroalimentar (vinho, azeite, azeitona de conserva e enchidos).

Profundamente marcado pelo rio Douro, e seus afluentes – Côa, Sabor e Tua –, o território apresenta no património natural e cultural um recurso pleno de desenvolvimento.

Os maiores “trunfos” do Douro Superior são o Alto Douro Vinhateiro e os Sítios de Arte Rupestre do Vale do Côa, no Parque Arqueológico do Vale do Côa, ambos classificados como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO. Atrativos aos quais se junta o Parque Natural do Douro Internacional, com uma área de 85.150 hectares distribuídos pelos concelhos de Miranda do Douro, Mogadouro, Freixo de Espada à Cinta e Figueira de Castelo Rodrigo.

As amendoeiras em flor, espetáculo de extraordinária beleza que pronuncia a Primavera no Douro, constitui outra das atrações que atrai grande número de visitantes e turistas.

O artesanato é rico e variado em tecelagem, mas o destaque recai na seda, atividade que ainda faz parte do dia-a-dia de algumas (habilidosas) mulheres de Freixo de Espada à Cinta.

Território:

Douro Superior

Área: 1.933,6 km2

Habitantes: 33.832 hab.

Densidade populacional: 17,5 hab./km2

Programa de apoio ao empreendedorismo, adaptado aos condicionalismos e particularidades do meio rural, com a finalidade de criar uma envolvente positiva, de suporte ao aparecimento e crescimento das empresas e do emprego na Região Norte.

Objetivos

Reforçar a competitividade das Pequenas e Médias Empresas

Fomentar o empreendedorismo de base local

Criar valor e promover as economias locais

Revitalizar o conhecimento e os saberes locais e regionais

Contribuir para a fixação da população local

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

NOTÍCIAS

RSS TORRE DE MONCORVO
  • Abertura das Piscinas Municipais de Ar Livre
    As Piscinas Municipais de ar livre de Torre de Moncorvo vão abrir ao público no próximo dia 1 de julho, com todas as medidas necessárias de prevenção à covid-19 e em conformidade com todas as normas da Direção Geral de Saúde. A piscina terá uma lotação máxima de 150 utilizadores em simultâneo, funcionando de terça […]
  • Retomados os trabalhos da Assembleia Municipal de Torre de Moncorvo
    A Assembleia Municipal de Torre de Moncorvo reuniu, pela primeira vez após a declaração do estado de emergência e as medidas impostas para combater a pandemia, no dia 29 de junho. De forma a cumprir todas as normas de segurança e indicações da Direção Geral de Saúde, a reunião realizou-se no cineteatro de Torre de […]
RSS VILA NOVA DE FOZ CÔA
  • Posto de Turismo de Foz Côa Recebe Selo Clean & Safe
      O Centro de Informação Turística (CIT) de Vila Nova de Foz Côa recebeu o Selo Clean & Safe atribuído pelo Turismo de Portugal, reconhecendo o CIT como um posto de turismo que cumpre as recomendações da Direção-Geral da Saúde para evitar a contaminação dos espaços com o SARS-CoV-2 (novo coronavírus).
  • FOZ CÔA SEM CASOS ACTIVOS DE COVID-19
    84 pessoas recuperadas   A única pessoa que se encontrava positiva à Covid-19 foi hoje considerada recuperada!   Significa assim que, até à hora desta publicação, não se regista nenhum caso diagnosticado relativo ao novo coronavírus no concelho de Vila Nova de Foz Côa.
RSS FREIXO DE ESPADA À CINTA

ANÚNCIO DE ABERTURA DE PERÍODO DE APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS

N.º 002/DSAD/10214/2020

CADEIAS CURTAS E MERCADOS LOCAIS

Componente CADEIAS CURTAS 

(Portaria n.º 152/2016, de 25 de maio, Portaria nº 249/2016 de 15 de Setembro, Portaria n.º 238/2017, de 28 de julho, Portaria nº 46/2018 de 12 de Fevereiro e Portaria nº 214/2018 de 18 de julho, Portaria nº 303/2018 de 26 de novembro, Portaria nº 133/2019 de 9 de maio, Portaria nº 250/2019, de 8 de agosto e Portaria nº 338/2019, de 30 de setembro)

Encontra-se aberto o período de submissão de candidaturas à medida ” CADEIAS CURTAS E MERCADOS LOCAIS Componente CADEIAS CURTAS ” entre 06 de Março 2020 (09:00:00) e 30 de Abril de 2020 (16:59:59)  ao abrigo do disposto na Portaria supra identificada, que estabelece o regime de aplicação da Ação n.º 10.2. do PDR 2020, na tipologia referida na alínea e) do art.º 2.º da referida Portaria.

Consultar documentação:

Aviso do Concurso: Aviso N.º 002/DSAD/10214/2020

Portaria n.º 152/2016, de 25 de maio: Portaria_152_2016

Portaria n.º 249/2016, de 15 de setembro: Portaria_249_2016

Portaria n.º 238/2017 de 28 de julho: Portaria_238_2017

Portaria n.º 46/2018 de 12 de fevereiro: Portaria_46_2018

Portaria n.º 303/2018 de 26 de novembro: Portaria_303_2018

Portaria n.º 133/2019 de 09 de maio: Portaria_133_2019

Portaria n.º 250/2019 de 08 de agosto: Portaria_250_2019

Portaria n.º 338/2019 de 30 de setembro: Portaria_338_2019

Orientação Técnica Específica: OTE_47_2016

Plano de Investimento: Plano_de_Investimento

Pode obter mais informações em:

https://www.pdr-2020.pt ou http://www.portugal2020.pt/

Junto da Douro Superior
Associação de Desenvolvimento.

Submeter Candidaturas em PDR2020

www.pdr-2020.pt/site

O Ministério da Agricultura lançou a campanha
“Alimente quem o alimenta”

https://www.facebook.com/watch/?t=58&v=624392831477521

Informamos que a Campanha “Alimente quem o Alimenta” vai disponibilizar uma plataforma que pretende encurtar a distância entre a oferta e a procura, apostar nos circuitos curtos de comercialização, pondo em contacto directo quem produz e quem consome, divulgado produtores e iniciativas.

Poderá efetuar o registo na plataforma do “Alimente quem o alimenta”, com o preenchimento do formulário de inscrição disponível no link:
https://forms.gle/aDPVmJRKuuDRnLXi7.